sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Saudade...

Não sei se saudade tem cor. Dizem que sim. O que eu sei é que ela tem forma. Tem gosto. Tem cheiro. E penso também. E, acreditem, ela tem asas!!! Se não, como nos transportaria tantas vezes a lugares tão distantes? E sei ainda que ela se agiganta quando mais tentamos diminuí-la. Sei que ela dói de dor intensa e sem remédio.
Se não fosse ela, não sei se teríamos consciência do tamanho da importância das pessoas pra gente. Porque quando amamos alguém, a saudade já chega por antecipação, sorrateira, disfarçada de algo que não conseguimos decifrar. É aquela dor fininha de não sei o quê, a angústia boba que nos invade só de imaginar a separação. E a gente fica meio sem saber o que fazer.

Mas é assim... é uma dor que gostamos de sentir, um sabor que queremos provar, é algo que não sabemos explicar, mas é quase palpável. É amor disfarçado de muita coisa. São emoções guardadas bem lá no fundo.
Saudade... do que foi e do que vai ser. Saudade que nos acompanha pra diminuir a solidão e que nos mostra, sobretudo, que estamos vivos.
Aprendi ainda que saudade não mata. É só quase. A gente pensa que vai morrer, mas sobrevive sempre, porque ela traz escondidinha nela uma outra coisa que chamamos de esperança...Esperança de nos reencontrarmos,em outra vida... Te amo minha anjinha!

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Te amo ainda mais do que ontem

Letícia hoje te amo ainda mais do que ontem, você está em tudo que vivo, tua lembrança permanece viva em minha memória, o tempo não consegue apagá-la...
você vive em mim, a cada momento sinto como se você tivesse acabado de partir.
Mas a saudade que sinto de você e essa distância que nos separa não me faz ama-la menos ao contrário, te amo hoje mais que ontem e agora mais que a pouco tempo atrás .
Tudo que vivi com você passa como um filme em minha memória, sinto ainda teu cheiro suave...

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Aguardo o nosso reencontro

Saudades eternas da minha bebezinha, não tem um dia que não penso em você e aguardo o nosso reencontro... Este dia será maravilhoso, terei você nos meus braços novamente e para sempre!

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Tristeza



...Tristeza, por favor vá embora
Minha alma que chora está vendo o meu fim
Fez do meu coração a sua moradia
Já é demais o meu penar
Quero voltar àquela vida de alegria
Quero de novo cantar...

Tristeza - Composição: Heitor dos Prazeres

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Uma cruel prova

Nenhuma mãe devia sobreviver a um filho. 
Ver morrer quem se fez nascer é um contrassenso,
 uma cruel prova que não devia ser pedida a ninguém...

domingo, 23 de novembro de 2014

Me leva onde você está!

Letícia
"Um dia seus pés vão me levar
Onde as minhas mãos não podem chegar
Me leva onde você for
Estarei muito só sem o seu amor
Agora é a hora de dizer
Que hoje eu te amo
Não vou negar
Que outra pessoa não servirá
Tem que ser você
Sem por que, sem pra que
Tem que ser você
Sem ser necessário entender
Me leva onde você for
Estarei muito só sem o seu amor"
(...)

Tem Que Ser Você Victor e Leo

sábado, 22 de novembro de 2014

Tudo me falta, sem você...



Sobreviver está sendo um dilema! Sem você...
Qual sentido de tudo? Sem você...
Por que continuar? Sem você...
Como continuar? Sem você...
Você foi o começo da minha “vida”, mas o final chegou tão rápido... E agora sem você, o que fazer?
Falta-me força, vontade, ânimo, esperança... Tudo me falta, sem você...
Cada mês, dia, hora, minuto, segundo que passa sem você, não tem sentido de ser...
Quero você Letícia que é meu sonho eterno, minha razão de viver...
Mas como viver sem você?!