sábado, 30 de agosto de 2014

Hoje é aniversário da mãedrinha da minha anjinha



Ter uma irmã é uma grande alegria, ter uma irmã amiga, é um presente de Deus! Ver minha irmã feliz me faz feliz!!!
Hoje é aniversário da minha irmã linda e maravilhosa. Queria colocar tudo em palavras o que sinto dessa minha irmã (só não consigo, pois nem se eu usasse todas as palavras do mundo, seria suficiente pra demonstrar o quanto a amo e admiro!). Mas...vamos lá...
O Senhor escolheu uma mulher sábia, amorosa, VIRTUOSA e tudo de melhor que há nesse mundo, para ser a mãedrinha da minha anjinha! 
Kátia, que Deus esteja com você nesse dia, é tudo que eu peço... Que a paz no seu coração esteja presente e que vc tenha um dia melhor, nossa anjinha está com Deus te desejando um aniversário repleto de coisas boas!
Vc minha irmã, é meu exemplo, quando eu crescer quero ser que nem vc...Viu? Que Deus derrame uma chuva de bênçãos, paz no coração, felicidades em meio as dificuldades e muita, mas muita saúde!!!
Te amo muito, minha irmã! Continue sendo essa mulher encantadora, batalhadora, humilde, linda, perseverante...
Obrigada por todos os momentos em que me acolheu que me deu amor de irmã, que conversou comigo, me deu seu colo. OBRIGADA POR TUDO!

PARABÉNS... FELIZ ANIVERSÁRIO...

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

somente dor...

Como é difícil seguir sem você minha Letícia, não existem palavras, gestos ou mesmo pensamentos que possam expressar a tua ausência, é tão profundamente dolorida é dor, dor, dor, somente dor. E não cede, não acalma, não dá trégua. E a alma se contorce, chora, berra e geme em lamentos surdos, que tomam o corpo, fazendo chorar o espirito, não tem som, não tem voz, e invade a alma faz doer massacra a tal ponto de tudo ao redor perder o sentido... Tudo perder o sentido e o brilho da vida.meus olhos olham mas nada vêem, os ouvidos ouvem sem nada ouvir, somente o gosto da dor é percebido no fundo do meu coração que sangra, falece e se afunda no abismo de um vazio cruel ,os sentidos perdem a razão de ser o corpo e caminha, perdido e anestesiado de lá prá cá, de cá prá lá, desnorteada, completamente perdida a dor rasga, dói e arranha o coração até o sangue jorrar em lágrimas profundas e gritos silenciosos, a dor da perda cala fundo e faz sepultura da alma onde desejamos ardentemente nos enterrar, em silêncio absoluto, Faz desejar a morte e buscar o fim de tudo, inclusive de si mesmo, para calar... a dor...não existem palavras que definam a intensidade da dor que sinto Ela é tão incrivelmente dor a definição e a expressão do que sinto não existe. Nada mais importa. Nada. A dor da perda é pesada demais ela dói de mais... Só queria estar com você agora minha filha!


quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Eu vivo de lembranças, ilusões e esperanças De você voltar pra mim



Letícia, só sei a falta que você me faz... Eu vivo de lembranças, ilusões e esperanças de você voltar pra mim.

Pra que ficar falando só pra mim
Se nessa casa já não tem ninguém
Só tenho ao meu redor paredes nuas
E lembranças que são suas
Eu sinto seu perfume pelo ar
E ouço uma canção que faz lembrar
Momentos que tivemos e um final
Que não soubemos evitar

Diante dessa porta que se abriu
Fiquei no dia que você partiu
E vi o nosso amor naquele instante
Por nós dois jogado fora

Eu não acreditei naquela hora
Mas não tenho dúvidas agora
Em toda essa saudade posso ver
Que já não tenho mais você

Só eu sei
A falta que você me faz
E como minha vida desde aquela despedida
Se modificou demais

Só eu sei
A falta que você me faz
Eu vivo de lembranças, ilusões e esperanças
De você voltar pra mim

Diante dessa porta que se abriu
Fiquei no dia que você partiu
E vi o nosso amor naquele instante
Por nós dois jogado fora

Eu não acreditei naquela hora
Mas não tenho dúvidas agora
Em toda essa saudade posso ver
Que já não tenho mais você

Só eu sei
A falta que você me faz
E como minha vida desde aquela despedida
Se modificou demais

Só eu sei
A falta que você me faz
Eu vivo de lembranças, ilusões e esperanças
De você voltar pra mim

(recordações Roberto Carlos)

Um beijo carinhoso filhinha, a mamãe SEMPRE se lembrará de vc e a amará para sempre..

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

menininha da mamãe



Letícia... Só escrevo aqui pra te homenagear... E dizer o quanto te amo... O quanto sinto tua falta... Você sempre será a menininha da mamãe.
Brilha estrelinha... Brilha, brilha lá no céu.
                                                                   Beijos da mamãe!!!

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Borboletinha



Acordei pensando em você minha linda Borboletinha com diz tia Bárbara, que vive em meu coração, para sempre e que sempre vou amar com todo a força de meu ser, de minha alma
Te amo MUITO!

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Você faz falta demais...



Letícia tua falta é presença constante em minha vida... Nunca tive dúvidas que esse vazio jamais iria ser preenchido... Sempre soube que a saudade cada dia aumentaria que o pensamento em tudo estaria você, aqui, agora, ontem, amanhã e por toda minha vida... Linda, princesa, filha, te amo... Você faz falta demais...

domingo, 24 de agosto de 2014

Não tenho certeza de nada





Letícia quando você foi embora se fez noite na minha vida
Me senti frágil, impotente
Olhei para o céu e não vi a luz
Procurei a terra e não senti o chão.
Um misto de medo e horror
Numa linguagem diferente declarei o meu amor 
Foram dias e noites em busca de explicações, justificativas, justiça.
Caminhei sozinha.
Parecia um conto sem ponto final.
Todas as noites abro o teu roupeiro , olho tuas roupinhas e sinto o teu perfume.
Nem sempre choro, mas no silêncio do meu grito muitas vezes desejei morrer.
Não é fácil esta espera. Talvez um ano. Muitos anos. Uma década, sei lá...
Não tenho certeza de nada, aqui eu vou estar te esperando sempre.
Volta pra casa, pra gente ser feliz de novo!