sábado, 23 de junho de 2018

Dias difíceis que vivi...

Os primeiros dias depois do nascimento da Letícia foram complicados, pois além dos pontos doerem um bocado, ainda tive um susto imenso com ela. No segundo dia de maternidade Letícia foi diagnosticada com um bloqueio no intestino,teria que fazer uma cirurgia naquele dia mesmo, isso me derrubou. Fiquei desesperada, naquele momento não sabia se a pegava no colo e não deixava ninguém se aproximar ou se não pegava mais para não me "apegar",completamente sem chão, chorei demais e isso realmente me desestabilizou emocionalmente. São muitas emoções, ficamos extasiadas quando ganhamos o bebê. É tanta felicidade que você nem sabe como lidar, então quando descobre algo assim você fica realmente sem chão. Eu olhava pra ela, tão perfeita, pequena, frágil, e caia no choro. Me senti completamente impotente. 

domingo, 17 de junho de 2018

Hoje Letícia faria sete anos!

Hoje Letícia faria sete anos!

Estaria trocando os dentes, escrevendo seu nome, fazendo balé, brincando, brincando muito... 


 Se tudo tivesse dado certo, como nos sonhos que sonhei... Hoje, domingo, faríamos uma festinha em casa mesmo, simples e alegre, com bolo, balões, salgadinhos e docinhos, convidaria suas amiguinhas e cantaríamos parabéns. Talvez faríamos com o Tema da copa do mundo com balões verdes e amarelos, já que hoje é dia de jogo do Brasil... E ela estaria tão feliz, nos acordaria pela manhã de tanta ansiedade com sua festinha, com os presentes que ganharia...


Tanta coisa aconteceu em sete anos... Ao mesmo tempo, nada aconteceu... Nada nunca mais aconteceu depois do que aconteceu... As coisas acontecem todos os dias, mas nada como aquilo... Aqueles dias...

Eu tenho saudades dela! Tenho saudades do que vivemos e do que não vivemos. Tenho saudades até do que eu era antes dela. Nunca mais vi aquela mulher... Tenho saudades do que fui, do que fomos, do que seríamos.
Eu tenho amor por ela. E não sou só eu! Letícia é uma menina muito amada, pelo papai, pela madrinha, tia e primos. Pela nossa família é sempre lembrada! 
Eu tenho gratidão por ela. Por ter existido, por ter estado conosco, por ter me feito mãe, sua mãe. Por ter me ajudado a deixá-la ir.
A Letícia sempre me fará falta, no meu coração sempre estará faltando um pedaço, mas sigo firme e forte por ela e pelos que precisam de mim, na esperança do nosso reencontro do dia em que finalmente poderei pegá-la e dizer o quanto a amo. 
Estou em paz, guardo no coração as lembranças boas do tempo que a tive aqui, ela me ensinou a ser forte e tenho certeza que ela olha por mim, pelo pai e por todos que se lembram dela.

 Mãe de anjo nunca está só! Letícia está conosco todos os dias. Falamos dela, lembramo-nos dela. Letícia vive com a gente, de um jeito diferente, mas vive!




Letícia vim te desejar maravilhas no céu, que os anjos cantem lindas canções, que você esteja radiante de alegria pela passagem mais um ano e que você seja feliz! Um dia estaremos juntas novamente e aí será para sempre! Te amo muito minha amada bebezinha!

domingo, 10 de junho de 2018

6 ano e 10 meses de saudades...

Não vou parar de sofrer só porque você pensa que está na hora de seguir em frente,
Não vou superar só porque você acha que já sofri o suficiente,
Não vou parar de doer só porque você não entende que minha alma foi despedaçada,
Não vou parar de falar sobre minha filha nem tao pouco parar de chorar, porque isso deixa você desconfortável.
Não vou curar meu coração quando você diz que era para ser assim,
Não vou me perdoar, mesmo quando você diz que a culpa não foi minha.
Não vou ficar feliz só porque você pensa que já deveria estar sorrindo,
Não vai “passar”.
Vou sofrer, vou chorar, vou pensar, vou imaginar, ... vou também conseguir sorrir, ser feliz,... mas gostaria que você entendesse que só o farei quando eu poder, quando me sentir bem com isso e quando precisar, irei desabar.
Dor e saudade não tem prazo de validade, amor não termina com a morte, laço é eterno!
Só para você saber, não cabe a ninguém julgar ninguém!
Porque o nosso Amor é infinito e as saudades são de dor como não sofrer ?como não sentir saudades? Como não se desesperar? Domingo que vem teríamos festa! Seriam 7 anos de felicidades!

sexta-feira, 1 de junho de 2018

junho

Esta manhã um balão cor de rosa amanheceu no meu jardim e com ele veio a lembrança de que começou mais um mês de Junho, um mês que poderia ser de festa ... Neste mês nos foi dado o maior presente que alguém  poderia receber, a nossa amada filha. Apesar de agora esse mês ser triste, pois ela não está aqui conosco, esse mês sempre ficará em nossos corações como o mês mais iluminado de nossas vidas. O mês em que um anjo foi nos enviado para que cuidássemos, amássemos, e aprendêssemos o significado do verdadeiro amor, o mais intenso, o mais lindo que vivemos. Dia 17 Letícia faria 7 anos. É claro que estou triste, pois a saudade se faz presente e dói demais, mas vou me esforçar muito para me alegrar, em nome das lembranças dos momentos maravilhosos que passamos juntos. Escolhi o nome Letícia, porque significa alegria, e mesmo sendo difícil, vou tentar passar essa alegria para as pessoas ...Até agora não sei da onde apareceu este balão...pode ter caído do céu...

domingo, 20 de maio de 2018

Depois que um filho se vai, a mãe fica louca...

PODEM ME CHAMAR DE LOUCA SEM PROBLEMAS E ASSIM QUE ME Sinto Depois que um filho se vai, dizem por aí que a mãe fica louca... E é verdade. 
Ela passa a ser mais complacentes com os erros dos jovens, passa a aceitar mais a partida dos mais velhos, chora e ora pelo menino na rua de pés descalços. 
Sofre desesperadamente a qualquer tragédia vista na TV ou nos jornais, onde mães ficaram sem seus filhos. 
Dói na alma desta mãe qualquer doença que atinge o filho de outra mãe que ela nem mesmo conhece e abençoa cada filho no ventre, quando mesmo de longe observa uma grávida. Dizem que ficamos loucas chorando diante as fotos, olhando uma medalhinha antiga do filho morto. 
Que é sintoma de insanidade falar sobre o filho que melhor seria se calássemos, mudássemos de assunto, ou mesmo nos ocupassem de outra coisa. Dão-nos receitas, indicam chás, livros, simpatias, ceitas, religião e conselhos dos mais diversos. 
Mas esquecem de que de verdade a mãe que perde um filho na terra não é uma louca. Ela aprende a ser desprezada, a ser evitada, pois o olhar não tem brilho, por que os assuntos cessam, e o silêncio passa a ser preferência, ela prefere um cantinho da casa do jardim, do quintal ou mesmo da vida, do que aborrecer com sua presença as pessoas, e nem se magoa com isso. 
Aprende que sentir saudade é coisa boa, pois a saudade trás de volta aquele que voce tanto ama, mas ao mesmo tempo assim como trás a lembrança mostra a distância e o que é ruim também é bom. 
Saudade dos vivos que se priva de sua presença é motivo pra compaixão, pois não entender uma louca também não é coisa de gente sã. Dizem por aí que não sabemos fazer mais nada que cultuar nosso filho morto, mas nem imaginam o quanto oramos pelos filhos vivos de todas as mães.
E eu sem hipocrisia nenhuma afirmo, somos loucas realmente, somos totalmente insanas, pois apesar de amar nossos filhos, passamos a amar os filhos do mundo, os filhos de todas as mães feito loucas que somos, colocamos as mãos na cabeça e choramos o filho de quem nunca vimos, e por aquele que nem nasceu, por medo de que alguma mãe neste mundo sinta a dor que sentimos.Autor: Desconhecido

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Hoje estaria completando 6 anos e 11 meses...

Hoje estaria completando 6 anos e 11 meses...Estaríamos preparando tua festinha de 7 anos!!! 
Letícia sei que você me escuta, sou sua mamãe...
Letícia aqui embaixo tá tão difícil, tá doendo tanto sem você, sabe Letícia desde aquele dia que você se foi minha vida não é a mesma...
Mamãe tem dia que chora muito, tem dia que não tenho vontade de viver, sei que você está num lugar lindo cheio de anjinhos cuidando de você e de todos os outros anjos que daqui se foram juntinho para Deus!!
Letícia a mamãe e o papai nunca iremos esquecer você pois você foi e sempre será o amor de nossas vidas, não fique com medo de fica ai ta, já já estaremos juntinhos e nosso reencontro será lindo e pra sempre.....
Letícia só mais uma coisinha Te amamos muito tá...

domingo, 13 de maio de 2018

Mãe...de anjo...


Infelizmente carrego esse título...MÃE DE ANJO...meus dias são sofridos, são cheios de saudade e dor, pela minha fé e pelo meu amor a minha filha tenho tentado levantar e seguir a vida adiante, eu acredito em Deus sim e sei que a minha filha nunca foi minha, ela me foi emprestada para me fazer sentir a pessoa mais importante do mundo pelo tempo que esteve aqui, ela me fez ser feliz só com sua presença, só por saber que ela estava em meu ventre fui a mulher mais completa, gerar uma vida mesmo que breve é inesquecível e cada momento que fiquei com ela vão ficar para sempre tatuados dentro de minha alma, tive que a devolver a Deus e um coração de mãe nunca compreenderá e muito menos aceitará a separação de nosso bem mais precioso, jamais a distancia de um ser tão pequeno, de um ser tão nosso poderá ser superada, mas vou seguindo dia após dia mesmo depois que meu coração voltou a morar no céu. Há 7 anos papai me deu o primeiro presente de dia das mães e você estava comigo, foram os dias mais felizes da minha vida, esperava ser assim para sempre, quem diria que tudo se tornaria tão triste assim, sei que nessa vida nunca mais te verei ,você não irá fazer homenagens na escola para mim como sonhei, não receberei um cartãozinho teu... Hoje sei que eu posso ter tudo o que eu quiser, mas eu só queria ter você aqui para completar nossa família, queria ver você crescendo, me chamando de mamãe, sorrindo, de presente apenas um beijinho teu,... Por isso digo e repito, se você tem tudo isso, valorize com todo amor do seu coração, não há nada que se compare a essa riqueza... Infelizmente a mim não foi dado essa oportunidade e só quem passa por isso sabe a dor que eu sinto, por isso não pense que faço exagero da minha dor, ela vai me acompanhar para sempre...