terça-feira, 30 de abril de 2013

Você pode ter outro”.


Desde que perdi a Letícia, ou até mesmo antes de perder naquele hospital, as pessoas não sabiam o que dizerem então elas diziam e dizem “Você pode ter outro”. Quem disse para elas que eu posso ter outro?Antes do casamento lembro que fui a um ginecologista e ele me disse que eu não poderia ter filhos,mas não disse que eu poderia ter anjos, então fui conversar com meu namorado (hoje meu marido) sobre o assunto, queria até desmarcar o casamento, mas, ele muito compreensivo disse que não teria problemas então casamos com este pensamento, o tempo passou,não conversamos mais sobre o assunto e fui a outro ginecologista e nunca mais questionei se poderia ou não ter filhos talvez até uma autodefesa minha,então depois de 5 anos engravidei...(É a Letícia era um anjo)Lembro-me que nos dias de UTI o pai da Letícia não falava coisa com coisa e eu apenas escutava não tinha nem forças para concordar ou discordar, lembro que uma das coisas que ele dizia era “Nós vamos ter outra menina e vamos colocar o nome Letícia”,eu na minha insanidade após perdê-la também pensava muitas bobagens...Mas,passado o susto daqueles dias de UTI,caiu-me a realidade de que a Letícia possuía uma doença genética com a possibilidade de 25 % de outra criança nascer com a doença...Fibrose Cística. Quando você vê alguém com dor, você não quer ver mais pessoas com dor. Você não quer ver uma criança nascer só para sofrer e morrer antes de completar a maioridade, ou, caso sobrevivam, que tenham que usar medicações a vida inteira, fazer transplantes, inalações, hospitalizações, etc... Até porque antes de engravidar eu não sabia que tinha esta doença genética, se soubesse não iria arriscar ter uma criança doente. Não se trata de ser egoísta. Não tem nada a ver com querer bebês sob medida. Não estou sendo injusta com pessoas com doenças ou deficiências.Estou querendo dizer que quando temos uma criança doente não queremos perdê-la,eu não queria!E amamos muuuito! Mas,se temos como impedir que uma criança sofra,devemos fazê-lo,penso que do contrário seria egoísmo querer um filho de qualquer jeito só para dizer que tem um filho!Valendo-me disso e pensando não apenas em mim,mas na possibilidade de gerar outra criança doente e na dor que isso iria causar a toda família,pois sei que doeu muito para as tias,avós e primos a perda da Letícia,sei que choraram muito,muitas vezes escondido de mim, fui atrás da técnica conhecida como PGD(Prognóstico pré implantacional) que através da fertilização in vitro se desenvolve embriões e estes são analisados quais são saudáveis antes de implantar,para tanto fui até Curitiba PR,mas, ouvindo o médico dizer que desenvolveria em torno de 10 embriões pois poderiam ter apenas 1 ou 2 sem a doença.Assim,durante a consulta já desisti da ideia pensando nos embriões(filhos) que seriam descartados(mortos) para ter um saudável.Sei que outras mulheres não se importam com isso não vêem como aborto,mas, eu vejo e eu vendo não aceito,não quero criticar quem faz esta técnica ,mas, para mim,não serve. Então em uma consulta de rotina com ginecologista descobri que tenho um cisto no ovário, depois de pensar muito, cheguei à conclusão que talvez seja Deus que não me quer ver mais sofrendo com outra criança doente. Mas é claro que quando alguém quer me consolar me dizendo “Você pode ter outro”, eu dou apenas um sorriso, não querendo ser dramática, pois desde que a Letícia foi morar no Céu e me perguntam se estou bem digo que sim, e assim vou levando a vida...

segunda-feira, 29 de abril de 2013

É uma questão de tempo



Mamãe, eu te deixei por pouco tempo, por favor, não te entristeça, nem derrame lágrimas, nem abrace tua pena, através dos dias, meses e anos... Ao contrário, comece de novo, com valentia!
E, com um sorriso, por minha memória e em meu nome
Vive a tua vida e faz todas as coisas igual a antes.
Não alimentes tua saudade com dias vazios e sim,cheia a cada hora,de maneira útil.
Estenda tuas mãos para confortar e dar Ânimo.
Em troca, eu te confortarei e te terei perto de mim....
E nunca tenhas medo de morrer,porque, eu estarei te esperando
De braços abertos,enfim... (Letícia Karina)

domingo, 28 de abril de 2013

Nunca esquecerei!

 ·         É o tempo passa... A saudade só aumenta, a dor grita cada dia mais forte, o coração não para de sangrar... Mas o tempo vai passando e só nós mães de anjo sabemos que a dor que sentimos causa espanto nas outras pessoas. Sei bem o que pensam... E às vezes não dizem por respeito... Mas pensam... “quase dois anos e a sua dor não diminuiu, não está depressiva?” Ela está bem... Está feliz... Até algum tempo atrás recebi uma mensagem pelo Facebook  dizendo que estava querendo me ajudarNão fomos preparados para perder, mas temos que aprender a superar tragédias na nossa vida. Existem meios pra isso. Sei que esse teu sofrimento é o maior do mundo, que tu és a mulher que mais sofre, todos os que são do face e as pessoas que te conhecem estão vendo isso.”

Tragédia?A Letícia foi uma tragédia que me aconteceu????Superar???

Significado de Superar v.t. Passar por cima; passar além; ser ou ficar superior; sobrelevar-se: superar a expectativa.Vencer, subjugar, dominar, dobrar, Fazer desaparecer, remover, resolver.

Eu nem respondo para não ser mal educada... 

Como fazer desaparecer ou remover a minha filha???
NUNCA!!!!Ela existiu e como remover isso???

Sei e quero acreditar que ela esteja bem, feliz, na vida eterna esperando por mim... Meu sonho é que isto esteja acontecendo... Mas esquecer, remover jamais...E se isso me torna a mulher mais sofredora,vou sofrer a vida inteira!E porque quero! Não existe superação,pode haver aceitação,mas,nunca superação!Acostumar com esta falta que me consome dia a dia... Não posso.
E lá se foram 1 ano e 8 meses.... Mas é como se tivesse sido ontem, meu peito lateja este amor e esta dor. Meu coração grita pelo beijo e pelo abraço da minha menininha,quero escutar a voz dizendo mamãe.

Os 54 dias foram poucos Letícia, muito pouco para eu te amar e ser amada por você.

Te amo.. Te 
amo sempre. Letícia até um dia minha anjinha.

Beijos em todos os anjos que aí estão... E até um dia quando haveremos de nos reencontrar.

(ah minha anjinha me perdoe a falta de jeito de escrever é que no computador não tem internet e sou péssima no notebook)
                                                                                   









sábado, 27 de abril de 2013

Cada gesto, cada olhar, está você...


A saudade dói e nada me faz esquecer você e tudo que vivi com você, nem passeios ou passa-tempos me distraem... Cada gesto, cada olhar, está você... Meu coração chora ao lembrar-se de você.  Tantos sonhos... E tudo foi interrompido tão cedo... Você partiu me deixando sem chão e sem rumo... E hoje tento aprender a caminhar sem você... Mas ainda está difícil... Já busquei mil maneiras de lidar com a saudade, mas ela sempre me vence... É mais forte que meus instintos, é maior que meus limites. É uma saudade que me arranca a doçura das palavras... Que me faz perder a fé...
Você levou contigo tudo o que havia de mais importante... E hoje só me resta tentar recomeçar  sem você... Na ausência, você me mostra o quanto é fundamental para mim... É complicado definir em palavras o que sinto, mas quero que você saiba que jamais vou te esquecer... Te amo por toda eternidade... E preciso acreditar que verei você de novo... Um dia e que pra sempre ficarei do seu lado.

Saudades demais.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Ah, se soubesse que você ficaria tão pouco


Hoje estou aqui para escrever sobre o grande vazio que ficou em nossas vidas com a sua partida. Ah, se soubesse que você ficaria tão pouco... teria te beijado mais, te amado mais, te lambido mais (lambido???claro eu lambia muito minha anjinha,com a possibilidade da doença do suor salgado eu lambia muuuuito ela!!! E não me arrependo!) te observado mais, mas infelizmente nada disso teria impedido que Deus te levasse, pois hoje penso que quando nascemos já temos nossos dias determinados por Ele.

Obrigada, meu Deus por ter me dado uma filha maravilhosa, momentos maravilhosos que passamos e que jamais voltarão e outros que faziam parte de nossos planos, porém interrompidos. Hoje entendo muito bem aquele pensamento: “Não deixe para amanhã o que se pode fazer hoje, porque o amanhã poderá não chegar.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

A saudade serve para me dar a absoluta certeza de que ficaremos para sempre unidos...


Letícia

“Quando penso em você me sinto flutuar,
me sinto alcançar as nuvens,
tocar as estrelas, morar no céu...

Tento apenas superar
a imensa saudade que me arrasa o coração,
mas, que vem junto com as doces lembranças do teu ser.

Lembrando dos momentos
em que juntos ficamos mesmo que por tão curto tempo

É através desse tal sentimento, a saudade,
que sobrevivo quando estou longe de você.
Ela é o alimento do amor que encontra-se distante...


A longa distância apenas serve para unir o nosso amor.
A saudade serve para me dar
a absoluta certeza de que ficaremos para sempre unidos...


E nesse momento de saudade,
quando penso em você,
quando tudo está machucando o meu coração
e acho que não tenho mais forças para continuar;
eis que surge tua doce presença,
com o esplendor de um anjo;
e me envolvendo como uma suave brisa aconchegante...

Tudo isso acontece porque amo e penso em você...” William Shakespeare

Saudades muitas,Te amo minha anjinha!

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Não vejo a hora de te reencontrar


Letícia… está impossível a vida sem você. Todos os dias acordo sem te ter, mas tenho certeza que você está comigo. Sinto tua presença, mas não consigo te ver. Às vezes me pergunto se tudo não é um grande pesadelo, ou talvez um sonho que não termina.
Digo sonho, por ter a certeza de que você está em um lugar muito bom, cheia de luz e muito amada. Deus não iria te proteger tanto se você não fosse especial. Você sabe o que a mamãe fala, pois o que passamos juntas não foi só um momento. Foi uma vida em 54 dias que me dá a força para tentar suportar essa saudade infinita.
Hoje vejo com mais clareza as passagens e momentos que tivemos e só posso agradecer a DEUS e a você, por ter me escolhido como sua mãe. Amo-te muito meu amor e espero continuar te sentindo todos os dias do meu lado. 
Sinto que tudo é uma passagem e que logo iremos ficar juntinhas e assim eu voltarei a ser feliz.
Deus sabe o que faz. Se não soubesse e não fosse tão bom, não teria colocado você na minha vida.
Vou esperando minha anjinha... Não vejo a hora de te reencontrar, mas a vontade de Deus é o que devemos respeitar e se Ele me emprestou você, é porque eu sou merecedora. Ninguém dá um presente tão especial e lindo, para quem não merece. Te amo, te amo, te amo...

terça-feira, 23 de abril de 2013

Temos tido dias tão incompletos sem você


Letícia andei por muito tempo perdida em meus mais absurdos pensamentos, Sabe, Letícia, temos tido dias tão incompletos, vazios sem você!
Mas você sabe disso, não sabe? Tua partida... Foi um divisor de águas!O antes de tua partida tinha cor diferente, sabor diferente... O depois passou a ser opaco... Nebuloso e saudoso!
Perdoa a gente, ta? Não fique triste, porque a nossa tristeza é pela sua ausência, pela saudade, pelas coisas que não poderemos viver, dizer e fazer juntas, e não pelo lugar onde você está, pois temos certeza que esse lugar é de paz e felicidade, junto de DEUS!
Obrigada, Letícia, por ter me escolhido como sua mãe. Deus te abençoe por ter vivido esse tempo junto de nós, que, ao meu, ver parece tão pouco, mas que certamente para o Pai fostes no dia e hora marcada e recebida pelos ANJOS, desculpa a tua mãe, as lágrimas são incontroláveis... Eu, Nós te AMAMOS!
Minha anjinha, sei que estás entendendo todo este desabafo, a mamãe te ama meu bebê, minha menininha, minha filha, e finalmente meu ANJO... Que Nossa Senhora te coloque no colo e aconchegue bem perto do seu coração e sinta o meu abraço forte.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Saudade de tudo que a gente não viveu


Letícia você foi meu sonho realizado... Felicidade interrompida... E a certeza de que um dia nos reencontraremos...
Saudade de tudo que a gente não viveu... O primeiro dentinho, a primeira palavrinha... O tão sonhado: Mamãe que nunca vou escutar
O coração fica vazio e nada o que venham a me falar será capaz de preencher o vazio que você deixou...
Te amo... E sei que meu amor chega até onde você está... Penso em você todos os dias... Momentos e minutos de minha vida... Hoje estaria com quase dois aninhos... Fico me perguntando como você estaria.
Seria levadinha?? Correndo pela casa... Pulando em cima de minha cama e me chamando Mamãe Mamãe... Seria música para meus ouvidos...
A tristeza é companheira constante... Mas a alegria de saber que você existe e a certeza do reencontro me dá forças pra prosseguir..
Um dia estaremos juntas novamente... Até lá

domingo, 21 de abril de 2013

Hoje você tem uma vida plena


Letícia a mamãe se esforça pra entender os desígnios de DEUS, mas ás vezes, em meio ao desespero, eu duvido de Sua existência e não entendo porque Ele me fez passar por tanto sofrimento: Porque comigo? Porque a felicidade é para os outros?Sei que não estou sozinha nesta dor, acho até que nos mães não deveríamos nunca enterrar um filho, seja, criança, jovem ou velho, porém tem coisas que acontecem em nossas vidas que não tem explicação ou que aos nossos olhos parecem absurdo. Quando então volto a ter um raciocínio coerente, me apego em DEUS, pois sei que Ele curou todas as suas enfermidades, enxugou suas lágrimas e hoje você tem uma vida plena ao lado de Dele, Aquele que lhe outorgou a Vida Eterna.TE AMO MINHA ANJINHA!!!

sábado, 20 de abril de 2013

A única esperança que tenho nesta vida


Posso dizer que a Letícia foi um anjo que passou em nossas vidas, que nos ensinou o significado do verdadeiro amor. Mas tinha dia e hora para voltar, para casa de Deus...
Uma bebezinha delicada, meiga, linda. Quem a conheceu deixou sua marca e até hoje é lembrada com muito carinho. Aos 54 dias de idade ganhou asas e tornou-se uma anjinha, deixando muita dor e saudade, mas nunca será esquecida por todos nós, pois a amamos muito...
A única esperança que tenho nesta vida é que um dia irei reencontrar com a minha filha, pois amor de mãe e filha nem o universo separa, estaremos unidas eternamente. Peço a Deus que me de forças para continuar a minha caminhada terrena e ampare minha filha, não a deixando sofrer.
Obrigada Letícia por ter feito parte da nossa história de vida, estará sempre em nossa mente e coração.
Te amaremos por toda eternidade e nunca será esquecida...

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Eu creio na Vida Eterna


Quanto mais o tempo passa, mais sofro com a dor diária da saudade, mas estou confiante na promessa do reencontro, da vida eterna, este é meu consolo e minha esperança.
Como é bom olhar as fotos, fechar os olhos, rever momentos que passei ao seu lado, minha anjinha, e saber que logo, logo, te verei de novo...
Não como antes, mas com sua saúde restaurada, um corpo incorruptível, sem dor, sem lagrimas!
Enquanto esse dia não chega, choro, sofro, ás vezes não consigo aceitar, mas quando lembro da vida eterna, eu tento viver e ser uma pessoa melhor para merecer estar aí com você!!

Letícia você mudou a minha existência, e mudou a minha visão desse mundo, e me fez ter a certeza que não quero mais esse mundo, eu quero a vida eterna!
Te amo muito

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Morrer é ridículo!!!


Cada dia é um dia e nos dias difíceis eu me sinto tão injustiçada, tão fraca, tão nem sei o que... Tudo dói. Pensar dói não pensar dói.  Chorar dói tentar segurar o choro dói mais ainda. A minha saída é ser indiferente à vida, ou seja, não ligar para nada, e fazer o que tem que ser feito ou fazer o que os outros acham que tem que ser feito... Estou agindo assim, é para ir, vou... Mas  perceber que o sofrimento do outro pode ser maior, faz-me de alguma forma me sentir normal, mas, muitas vezes me sinto mal pensando assim, pois, não desejo o sofrimento para os outros, mas, me sinto bem sabendo que o sofrimento não faz parte apenas da minha vida, outros sofrem e muitas vezes sofrem muito mais do que eu. E assim entro em comunidades do facebook de mães de anjos... Hoje estou acompanhando seis comunidades de mães que perderam filhos pequenos e adultos, procuro por histórias parecidas com a minha ou muito piores, historias onde mães perdem dois, três ou todos os filhos, de um, dois, três... 20 anos. Procuro vídeos, e blogs, isso me consola... Mas,quando percebo que o tempo passa e que as pessoas tocaram as suas vidas, eu penso, porque comigo não? Porque ainda estou aqui?Porque fiquei para trás?

Estranho isso. Por que a gente tem que passar por isso. Tem horas que concordo com o texto de Pedro Bial sobre a morte. É ridículo mesmo morrer. E tudo que deixa de ser por conta daquele segundo que altera sua condição humana. E tento ser um pouco Deus, imaginando como seria diferente se ela estivesse aqui, se ela não tivesse aquela doença, se...

Então penso nas comunidades da Net evangélicas e católicas que visitei: Será mesmo que existe alguém que perca um filho e dê gloria a Deus. Que não chore, nem sofra, que toque a vida só por conta de sua fé, e porque crê  que essa vida não tem tanto valor, e que feliz aquele que já se encontra no Reino de Deus. Será que tem alguém assim? Alguém que chega do cemitério e se desfaz de tudo, das coisas, do quarto, das roupas e não vive do passado, e só pensa no futuro eterno ali na frente?Sangue de barata?

Algumas pessoas que sabem da minha história e tiveram perdas gestacionais, às vezes me dizem, mas, você conheceu o teu bebê, eu nem isso... Mas eu queria mais... Mas, sei que minha dor não seria menor se tivesse perdido ela aos dois ou cinco anos... Em qualquer idade seria terrível; Se eu a perdesse com 10 anos eu diria, mas porque, era apenas uma criança inocente não viveu nada, se eu a tivesse perdido aos 20 anos eu diria, mas ela ainda nem terminou a faculdade... Se eu a tivesse perdido aos 30 anos eu diria tão cedo nem conseguiu ver seus filhos crescerem, se eu a perdesse aos 40 anos eu diria tão cedo nem viu seus netos, se eu a perdesse aos 50 anos eu diria tão cedo nem chegou a se aposentar... Na verdade um filho nunca devia morrer antes da mãe, sempre dói, hoje quando vejo num noticiário “Mataram um terrorista ou mataram um estuprador...” Eu penso coitada da mãe dele...
Mas e quando é um bebê de 54 dias que morre????? È ridículo, é antinatural, é antihumano...
Antes de viver tudo? Não há explicação!! penso que ela gostaria de ter experimentando um sorvete, um brigadeiro ou simplesmente o gosto de feijão com arroz, que ela gostaria de ter brincado num parquinho, numa piscina, ter feito festinhas de aniversário, ter ganhado presentes, ter brincado de boneca... Como sou realista, após descobrir a possibilidade da doença eu já havia imaginado pelas fontes que consultava sobre a Fibrose Cística que ela viveria até 10,12 ou 15 anos... Mas, seriam anos bem aproveitados nós iríamos enchê-la de mimos, como já estávamos fazendo...

“...Morrer é ridículo...Tendo mais de cem anos de idade, vá lá, o sono eterno pode ser bem-vindo. Já não há mesmo muito a fazer, o corpo não acompanha a mente, e a mente também já rateia, sem falar que há quase nada guardado nas gavetas. OK… Hora de descansar em paz. Mas antes de viver tudo, antes de viver até o rapa? Não se faz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero. E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas. Só que esta não tem graça!” (Morte -Pedro Bial)

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Sera 1 ano e 10 meses de pura alegria....


Letícia,

A distância impede que eu te veja, mas não que eu te ame.
Você é meu amor além da vida!
Saudades minha anjinha amada...
Hoje minha princesinha estaria completando 1 ano e 10 meses de vida, é impossível não lembrar e não sentir saudades, e assim tentar imaginar como seria perfeito ela aqui do meu lado... Os dias estão passando, a vida continua, a dor vai, a dor vem, mas um dia vai deixar de doer... É uma metade de mim, uma metade amputada de mim e viver sem minha pequena princesa, é sentir falta de ar, nó na garganta... Posso dizer Feliz aniversário?Não sei, não sei se para ela esta data tem algum significado agora, mas para mim, nunca será esquecido todos os dias 17!
Mas sei que ela esta rezando por todos nós, junto de tantos anjos...

Letícia, que a ti chegue meu amor de mãe, puro e eterno, você vive e sempre viverá em meu coração. Não nego a ninguém que tenho uma filha linda... Meu amor, minha vida, meu sonho lindo...

terça-feira, 16 de abril de 2013

Carta para um filho que partiu


Carta para um filho que partiu

Ontem eu ria com você aqui mesmo nesta casa e hoje estou aqui para te enterrar... Enterrar um marido é doloroso... Um pai e mãe doem muito... Mas enterrar uma filha é indescritível... É contra a natureza... É uma dor que não tem nome...

Você partiu sabendo que estava partindo e não teve medo... Somente sabia que cumprira o seu caminho e partiu em lágrimas...

Deixou atrás de si um amor enorme, uma lembrança que não vai se apagar... Uma saudade da tua ausência... Pois saudade é a ausência do que não podemos mais ter...

E eu vou te procurar filha... Vou te procurar sempre... Seus olhos eram negros como a noite, e és à noite agora... Teu riso era como vento, és o vento agora... Vou te ver em cada arvore, em cada flor... Em cada por de sol... Em cada sorriso... Você agora é o céu, é o ar, você agora é tudo... Eras sábia em tua pouca idade e agora vai ter todas as respostas as suas perguntas.. Eras destemida e de nada teve medo, nem da morte que se avizinhava... 

Para nós que ficamos resta a lembrança, a saudade... De um tempo que não mais voltará...

E para onde foi todo este amor que tínhamos? Não se perdeu... Ficou em nossos corações, na semente que plantaste... Nas lágrimas no rosto dos amigos, no sorriso apagado e no ar espantado deles pensando – como? Por quê? 

Espero que tua jornada tenha sido boa, pois aqui ela já chegou ao fim e chegastes ao teu destino... Aí de onde estás agora sabemos que nos vê... Mas nós não te vemos... Somente sonhamos que vemos teu rosto... Teus olhos, teu rosto de menina...

Voe por mim minha anjinha, voe por mim... Voe bem alto lá no céu...

Te amo e sempre te amarei...

(“Adaptado do texto final do Livro “África dos meus sonhos” quando a mãe Kiki se despede de seu filho Emanuel “)
Beijos da sua mãe


É  Letícia você deixou uma lembrança que não se apaga,um amor enorme,TE AMO!



segunda-feira, 15 de abril de 2013

Sonhei ...


                 
Hoje antes de acordar, sonhei... “Sonhei que chegou as minhas mãos um jornal, peguei-o para ler, e chamou-me a atenção o nome Letícia em negrito, comecei a ler e estava escrito numa coluna em forma de notícia que a minha Letícia estava sendo investigada, pois poderia ter sido um engano sua morte, poderia ter acontecido uma troca de bebês e a bebê que morreu poderia não ter sido a minha Letícia.”

Letícia sei que foi apenas um sonho, sei que nunca passaria de um sonho... Um sonho que eu não queria acordar queria seguir as investigações e descobrir que você está viva! Mas, como eu gostaria que fosse verdade...


Eu não quero acordar
E ter somente o dia pra
sonhar
Eu não quero mais amar
E ter que sofrer quando acordar

Mais um dia - a vida vai
O que já passou
Não volta mais  
Retrato (Eu Não Quero Acordar) Os Formalistas




domingo, 14 de abril de 2013

Há dois anos



Dia em que há dois anos descobri que era uma menininha, a minha menininha!Uma companheira para toda a vida...Assim eu pensava. Com isso eu projetei sonhos cor de rosa, montei castelos, fiz bordados iluminados para a tua chegada e sonhei, sonhei que você completaria a nossa casa e reforçaria o nosso amor... Eu achava-me capaz de te proteger, você estava no teu mundinho mágico, crescendo dentro de mim, e eu ia te fazer chegar a terra, dentro de três meses, chegar a mim!Havia muitos projetos... Você crescia... E nós queríamos estar mais perto de você... Porém, meus sonhos ficaram para trás e por mais que eu saiba, sinta e acredite que serás minha para sempre, não consigo aguentar a saudade que tenho e que por vezes me sufoca, perante a minha incapacidade de mudar o passado...
Queria ser capaz de  o mudar queria ser merecedora de você e te ter, hoje, aqui, comigo, já com quase dois anos, queria me deliciar com o teu sorriso, com as coisinhas de bebê que já teria aprendido, queria te ver, escutar tua voz, sentir, queria-te perto de mim, não há palavras apenas lágrimas!! Quanto mais tempo passa maior é saudade... 

sábado, 13 de abril de 2013

Eu sempre te amarei



Eu já te amava quando de mansinho você chegou sem uma palavra, sem nem mesmo um rosto,
Eu já te amava... Quando as lágrimas rolaram em minha face por saber de sua existência,
Eu já te amava... Quando em movimentos incertos você mostrou que estava em mim, para que eu cresse que não sonhava.

Ah, eu já te amava... Quando a força da vida brotou na primeira vez em que ouvi seu coração,
Deus, como eu já te amava!Quando por imagens em meu ventre te vi, tão linda, tão perfeita,
Não tem ideia de quanto eu já te amava...
E quando senti a dor que te traria pra mim, entre o medo e a felicidade, Ansiando, almejando-te
Letícia, como eu te amava!
Ao fitar em mim teus olhinhos, e sentir em meu dedo seus dedinhos,
E quando naquela incubadora lutando para viver, como eu te amava!
Quando te amamentava eu te amava!Quando dormíamos juntinhas, naqueles dias frios de inverno, ah como eu te amava!

Mas no momento da despedida, em que te perdi minha anjinha,entre a dor e sangrando o coração,
Quando te peguei no colo até seu coraçãozinho parar de bater!Filha, como eu te amava...
E hoje, após 1 ano e 8 meses,em que entre os anjos estas a voar,e sua mamãe às vezes vem visitar,em cada dia, em cada hora, em cada minuto,em cada segundo, seu rostinho lindo eu verei e como eu te amo filha...



Eu sempre te amarei.


sexta-feira, 12 de abril de 2013

desassossegos

Oi anjinha o dia amanheceu chuvoso,lembranças dos dias em que estávamos juntinhas,naquele inverno...Tua primeira noite chuvosa...Dias de incubadora chuvosos em que eu ia te visitar todos os dias enfrentando comentários de que eu não podia sair com chuva em virtude da cesárea,dias em que passamos em casa com chuva em que eu te pegava no colo para te  mostrar a chuva como se eu soubesse que você não teria mais oportunidades de ver,dias em que você estava naquela UTI em que eu passava as noite naquela casa de apoio e sem sombrinha a pedido do papai eu colocava sacolinhas de plástico nos pés e embaixo da chuva ia passar mais um dia na porta da UTI,até a hora que eu poderia te ver...Estou aqui numa sacada,com a cuia de chimarrão ao lado e lembrando esses momentos e me veio na lembrança uma música que a tia e madrinha Kátia me enviou uns dias atrás e tem tudo a ver com meus sentimentos...



Meus desassossegos sentam na varanda,
Pra matear saudades nesta solidão,
Cada por de sol, dói feito uma brasa,
Queimando lembranças, no meu coração.
Vem a noite aos poucos, alumiar o rancho,
Com estrelas frias, que se vão depois.
Nada é mais triste, neste mundo louco,
Que matear  com a
ausência, de quem já se foi.
Que desgosto o mate, cevado de mágoas,
Pra quem não se basta, pra viver tão só.
A insônia no catre, vara a madrugada,
Neste fim de mundo, que nem Deus tem dó.
Meus desassossegos sentam na varanda,
Pra matear saudades nesta solidão,
Cada por de sol, dói feito uma brasa,
Queimando lembranças, no meu coração.
Então me pergunto neste desatino,
Se este é meu destino, ou Deus se enganou? Todo desencanto para um só campeiro,
Que de tanto amor se desconsolou.(desassossegos João Chagas Leite)

quinta-feira, 11 de abril de 2013

O que você estaria fazendo?


Oi minha anjinha,hoje a mamãe sofreu para achar o sinal da internet,mas,estou aqui,enquanto escrevo embaixo de uma árvore a Lilika está no meu colo,lugar que era para ser teu!Mesmo não estando em casa todos os dias vêm o pensamento: Se você estivesse aqui o que você estaria fazendo? Como estariamos vivendo?Não sei...
A única certeza que tenho é que quanto mais o tempo passa mais eu gosto de você. O tempo não conseguiu apagar da minha lembrança nossos momentos juntinhas, a nossa vida sofrida, a nossa luta!!!
Hoje eu tenho um coração em pedaços.
Letícia você faz falta. Ao mesmo tempo  é tão bonito ver que existe um tipo de amor que é imortal, que sobrevive a barreira da morte, um amor puro, fiel, sincero... Esse é o nosso amor!!!
Eu ainda choro... Eu ainda sofro... Eu ainda questiono...
Já não sou mais como antes... Às vezes eu acerto... Às vezes eu erro...
Mas a vida não teria sentido se você não estivesse comigo... Em meu coração, nas minhas lembranças, no meu sorriso, nas minhas lágrimas, em cada manhã e cada anoitecer...
Te levo comigo aonde eu vou!

quarta-feira, 10 de abril de 2013

1 ano e 8 meses de saudades


Hoje dia 10 novamente! Se completam 1 ano e 8 meses que minha Letícia voltou ao céu, não nego que sofro com sua ausência, mas agradeço a Deus todos os dias por ter me dado ela, mesmo que por tão pouco tempo... É um amor verdadeiro e como tal não existe igual, o amor de uma mãe por um filho. E quando se ama de verdade, nem a morte pode fazer o que é inapanagável, desaparecer, ou ser esquecido... É impossível.

OBRIGADA DEUS PELO LINDO PRESENTE QUE O SENHOR ME DEU, E QUE FAZ PARTE DOS TESOUROS QUE ESTÃO GUARDADOS PRA MIM NO CÉU.  

terça-feira, 9 de abril de 2013

Estou aqui!

Oi minha anjinha a mamãe conseguiu internet para conversar contigo!Tenho que caminhar uns 80 m mas faço qualquer coisa para ficar contigo.Não esqueço de vc por nenhum minuto,aqui não tem muita criança mas, a todo momento penso como seria se vc estivesse aqui,como estaríamos brincando juntinhas,fazendo bagunça!Vou terminando por aqui porque o papai está me apressando,Te amo sempre!

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Eu queria...


Eu queria...

Eu queria que você nascesse no tempo certo, perfeitinha e com
saúde.
Eu queria não ter tempo para dormir, por você não suportar a
ausência dos meus braços a envolvê-la, ah! Como eu queria...
Eu queria que o seu sorriso contaminasse o nosso lar de alegrias.
Eu queria cantar canções de ninar, contar historinhas, ficar
coladinha em você, enquanto adormeceria.
Eu queria que o dia da sua partida não existisse que as lágrimas
de tristezas não tivessem sido derramadas, que o coração não tivesse
ficado vazio.
Eu queria que todos os medos e frustrações não existissem.
Eu queria ter sido mais a sua mãe, ah! Como eu queria...Eu queria tanta coisa com você... Eu queria não estar tirando estas férias agora... Pois se você estivesse aqui eu as tiraria nas tuas férias...
P.S. Letícia a mamãe e o papai estão indo passear esta semana, vou levar o notebook, mas, se não tiver wireless a mamãe não vai conseguir entrar no nosso Blog,mas, por nenhum minuto esquecerei você.Te amo!

domingo, 7 de abril de 2013

E asa ela ganhou pra longe ela voou foi colorindo tudo onde passou



Música Linda enviada pela amiga Barbara que lembrou-se de você minha anjinha ao ouvir.Obrigada Barbara!

Era uma vez o azul do céu que pinta o papel e molha no mar

Era uma vez uma menininha uma princesinha querendo voar
Ela mistura o céu com sonho e fantasia

Ela imaginou que se transformaria em borboleta
Viajaria o mundo e não se cansaria e pousaria aonde houvesse alegria

A borboleta
E asa ela ganhou pra longe ela voou foi colorindo tudo onde passou

E asa ela ganhou pra longe ela voou foi colorindo tudo onde passou
Era uma vez o azul do céu que pinta o papel e molha no mar

Era uma vez uma menininha uma princesinha querendo voar
Ela mistura o céu em sonho e fantasia

Ela imaginou que se transformaria em borboleta
Viajaria o mundo e não se cansaria e pousaria aonde houvesse alegria

A borboleta
E asa ela ganhou pra longe ela voou foi colorindo tudo onde passou

E asa ela ganhou pra longe ela voou foi colorindo tudo onde passou
foi colorindo tudo onde passou

 Música Borboleta (Xuxa)

Letícia Que DEUS te guarde e te proteja enquanto eu estiver ausente.Te amo!

sábado, 6 de abril de 2013

Amanhã estarei ao seu lado


Um anjo veio do céu ontem.
Ela permaneceu comigo apenas o suficiente para me salvar.
Ela me contou uma história ontem.
Sobre o doce amor entre lua e profundo mar azul.
E então pos sua asa sobre mim.
E disse que ia voltar amanhã.

Então eu disse, "voe meu doce anjo
Voe através do céu...
Voe no meu lindo anjo.
Amanhã estarei ao seu lado"

Eu estava certo de que ela viria até mim esta manhã...
Com asas de prata mostradas em silhueta de encontro ao sol brilhando.
Então meu anjo veio até mim e disse.
"É hoje o dia que você irá se levantar
Pegue minha mão,...
Você irá se levantar"
Então ela prestou atenção...

E eu disse, "voe meu doce anjo...
Voe através do céu,
Voe meu doce anjo
Para sempre estarei ao seu lado"(letra traduzida Angel Jimi Hendrix)
Letícia minha doce anjinha salgadinha Te amo!





sexta-feira, 5 de abril de 2013

“E eu creio”.


Letícia
Sei que você me ouve, embora eu não te veja...
Sei que voa pertinho de mim,com as tuas asinhas de anjo roçando minha face.
Sei que teus dedinhos tocam meus lábios para silenciar minha dor,
Que teus bracinhos me enlaçam para afastar a saudade,
Que teus pezinhos pousam em minha mão como quando você vivia...
Meu coração sente tua presença.
Mas meus olhos anseiam por te ver, por tocar teus cabelos...
Olhar teus olhinhos me fitando com confiança,
Te dar colo, te dar banho, trocar tua fralda...
Correr até você, ao ouvir um leve gemido...
Guardo tuas roupas como um tesouro também,
Quando você voltar vai usá-las, estão novas...
E o xérox do seu pezinho está gravado não só no papel,
mas no meu coração principalmente.
Fazia tempo que eu queria expor em palavras...
Palavras escritas, a conversa que inconscientemente,
em meus sonhos, tenho contigo todo dia.
E agradeço a Deus, por poder te ver, ao menos em meus sonhos...
Sinto mais sua presença,
é o momento em que  eu posso te ninar e te abraçar forte,
por alguns instantes antes de eu acordar.
E chorar baixinho pra não acordar seu pai.
Mas sei que tudo compensará...No dia de sua volta
E não será mais sonho, porque poderei fazer tudo isso de verdade.
Dar banho, trocar fralda, sentir seu cheirinho, beijar, te abraçar muito,
E nunca mais me separar de você.
Sei que está no colo de Deus agora, é o meu maior consolo.
Mas te espero com meu coração repleto de saudade
E quando você voltar eu vou chorar com sua chegada,
Muito mais do que chorei no dia de tua partida.
Por que nesse dia Deus mostrará que nada é impossível.
Basta crer... “E eu creio”.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

como te queria aqui…



Letícia, minha bebezinha, você deixou em mim marcas profundas, veio a esse mundo de dor, e com a sua garra e o mais doce olhar que eu já vi, me ensinou a ser uma pessoa melhor, e foi embora levando com você uma parte de mim... A melhor parte. Aqui nessa Terra nunca mais serei completa, um pedaço de mim morreu junto com você… sonhei em te ver crescer, sonhei em ver você com saúde, jamais imaginei como seria te perder, sonhei em vê-la andar, em vê-la brincar, estudar, mas Deus sabe todas as coisas, e disse basta ao seu sofrimento aqui, você foi tão especial, tão única, que Deus te preferiu no Céu… como tenho orgulho de ser sua mãe, de ser mãe de um ANJO… de ter feito parte da sua vida, tão curta, mas tão intensa, não tem um momento do meu dia que eu não sofra com a sua ausência… sei que esta bem, que não sofre mais, que você dorme o sono dos anjos… mas minha anjinha, como te queria aqui… te amo, te amo… espero e confio na vida eterna,lá nos reencontraremos!…
Te amo pra sempre… saudades eternas minha anjinha!

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Hoje é dia 03 e quarta-feira




Letícia a mamãe esta aqui, com saudades, precisando de você, tentando fugir da vida... Da realidade, que é o meu mundo sem você... A vida está passando, e você continua viva em meu coração em meus pensamentos, em minhas ações... Hoje é dia 03 e quarta-feira, nesses dias vem comigo as lembranças... Lembranças do dia 03/08/2011, quarta-feira, manhã que teu coraçãozinho parou de bater... Da manhã, que me senti perdida... Sem ação... Onde eu sabia que já não teria volta... Uma viagem a caminho da despedida... A pior para uma mãe... Mãe essa que já nem sei se sou ou se fui...
Letícia hoje você esta em paz... Em um lugar que você merece... No colo de nossa mãezinha do Céu....
Nossa Senhora cuide da minha bebezinha... Uma criança... Que não teve direito a escolhas... Que não teve direito a infância, mas foi sinônimo de amor, de compreensão, de sede pela vida... Ânsia de ser feliz...
Letícia você é tudo pra mim, e quero que seja muito feliz... Amo muito você... E isso nunca vai mudar!

terça-feira, 2 de abril de 2013

Imaginei-me nesta cena...


Semana passada assistindo a novela “Salve Jorge”, uma cena me chamou muita a atenção.
Lucimar, a mãe da Morena descobre que a filha está viva! Chega toda sorridente e os vizinhos ficam até espantados. Mas a mãe de Morena (Nanda Costa) estufa o peito e diz em alto e bom som, para todo mundo ouvir, que a filha está viva! E que o exame que fizeram no corpo que estava na Turquia deu negativo.
Imaginei-me nesta cena... Como eu sonhei que isso poderia acontecer comigo!E até hoje passados um ano e sete meses, ainda sonho... É como se não fosse a minha história,é como se não fosse a minha vida!Porque a vida não imita a novela?Porque não acontece comigo de alguém me vir dizer foi um engano a Letícia está viva!Sei que ela está viva no meu coração, sei que ela está na vida eterna, mas, quer saber, nada disso me conforta... E nunca irei me conformar!Queria gritar como na novela: A LETÍCIA ESTÁ VIVA!VIVA!VIVA! Queria ela aqui!Queria ela aqui egoisticamente!Queria ela aqui porque ela é MINHA FILHA!Queria ela aqui porque não é justo tudo isso que nos aconteceu!
Letícia
Eu queria que estivesse aqui comigo agora. Queria que estivesse aqui para eu poder sentir o teu cheirinho, tua respiração perto do meu rosto e te encher de beijinhos. Queria poder ouvir sua voz dizendo mamãe. Queria poder te beijar até não poder mais, te olhar nos olhos bem profundamente e encostar meu rosto no seu rostinho. Eu queria que estivesse aqui… queria estar assistindo desenhos com vc. Eu só queria estar com você, não só agora como a todo o momento… E sabe às vezes eu fico aqui pensando a todo instante nisso, fico aqui perdida em você e fico pensando: Porque a minha bebezinha não pode estar comigo? Eu só queria que você tivesse aqui comigo, para sempre. Mas pensando bem, se eu fechar meus olhos, e me concentrar realmente, é como se você sempre estivesse aqui. Na verdade você sempre esteve aqui, no meu pensamento, no meu coração e nos meus sonhos:E é onde você sempre vai estar, até o grande dia chegar de eu ir até você!
Hoje me bateu uma vontade louca de pensar na vida
Eu queria que você tivesse aqui do meu lado, minha querida
Tou pensando muito em ti, que saudade no meu peito
Ficar um dia sem ti, e não consigo dormir direito
Já tentei, não consegui pensar em outra coisa
Minha mente a insistir só pensa nessa moça
Hoje me bateu uma vontade louca de pensar na vida
Eu queria que você tivesse aqui do meu lado, minha querida
Ficou triste ao não te ver, não te abraçar, não te beijar
Meu amor, pode crer, essa saudade vai me matar
Hoje me bateu uma vontade louca de pensar na vida
Eu queria que você tivesse aqui do meu lado, minha querida
(Saudade No Meu Peito  Harisson Barros)

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Por nenhum minuto esqueci-me de você

Vovô Jairo

Letícia, não foram fáceis os dias que passei com o vovô Jairo no hospital, por nenhum minuto esqueci-me de você minha anjinha... Tudo me lembrava você, ao entrar no hospital e ver uma menininha linda cheia de aneizinhos, pulseirinhas, muito falante, lembrei-me de ti... Ela me disse meu pai está lá no Céu então eu disse para ela então ele está com minha bebezinha, pois ela também está no Céu, então ela disse então tem duas estrelinhas no Céu, meu pai e tua bebezinha!Logo, vi uma grávida, com uma barriguinha tão linda, parecia até quando você estava dentro de mim... Seu bebê nasceria antes do tempo... Como você!Pensei em ir atrás saber se deu tudo certo, mas, acabei não indo... Escutava muitos chorinhos de bebê, como parecia com o teu chorinho!No outro dia escutei do alto-falante do hospital chamando “Psicóloga Luciana favor comparecer a Maternidade”. Logo pensei será que alguma mamãe tornou-se mãe de anjo?Será que era aquela do dia anterior?Não sei... Não quis saber... Pensei que poderia me prontificar a atender gratuitamente mães que se tornam mães de anjo no hospital... A noite lembrava se você estivesse comigo eu não poderia estar com o vovô... Na sexta-feira fui chorar com um padre (rssss), quero dizer, Confessar com um padre... Pecados! Tenho!Mas, na verdade começo a falar com o padre e choro e conto tudo o que me aconteceu... E o padre? Chorou comigo! Foi muito bom... No outro dia observei uma moça na frente do hospital que se aproximou de mim,lhe perguntei,está esperando o horário de visitas?Ela disse Sim, meu bebê nasceu de sete meses a sete dias está na UTI NEO, era 1h da tarde, perguntei que horário ela poderia entrar, então ela me disse que as 15he 30min e poderia ficar apenas 30 min. Eu lhe disse então você vai ficar mais tempo esperando do que visitando... Logo lembrei que eu também passei por isso, esperava na porta da UTI NEO, horas e horas... Mas, não quis assustar aquela mãezinha com o final triste que teve a minha espera... E quantas vezes tive que responder a pergunta temida... Tem filhos? Sim, tenho! Quantos anos têm? A minha resposta: Teria 1 ano e nove meses...
Letícia Você é minha filha e sempre será!
Sabe, Letícia a mamãe não quer que você seja esquecida, nunca, e quero ficar bem, para poder falar de ti com todos, sem que eles fiquem com medo de me deixarem triste,
Letícia você jamais vai ser lembrada com tristeza, mesmo que eu chore meu amor, a mamãe jamais vai esquecer a alegria que me deste desde o primeiro dia que eu te senti!
Ontem meu anjo era páscoa, estivemos em família, Só faltou você
quero muito acreditar, que do Céu, minha anjinha, você pode contemplar nossa família,a alegria dos priminhos com seus ovos de páscoa e o amor que nos une!