sábado, 31 de dezembro de 2016

Menos um...

Mais um ano terminando... Este ano posso dizer que foi decepcionante, como os outros, vivi de saudades... nada preenche o vazio que você deixou... Tentei viajar... Mas a saudade foi comigo... Nunca mais tive um ano feliz como àquele em que aguardava a tua chegada... Queria que fosse diferente... Mas não consigo ver algo de bom por vir... Apenas nosso reencontro... Se existir... Para mim não muda nada com a virada de ano... o que muda é apenas o calendário, pois a vida continua, as saudades continuarão presente... As lágrimas virão nos meus olhos... As lembranças continuarão em minha mente....
Mas acima de tudo minha anjinha...
O Amor que nos une continuará forte!!!
Nosso laço nunca se romperá
Estamos unidas não apenas pelo sangue...
Mas principalmente pelas almas!!!
Minha linda e amada Anjinha: Seja Feliz!!!!
Te amo....Te amamos.... sempre e tanto!
Fique com Deus meu amor!!!!
Beijos enormes, cheios de carinho e de saudades.....
FELIZ ANO NOVO MINHA ANJINHA!!!!!!!
BEIJOOOOOOOOOSSSSSSSSSSSSSSSSSS
TE AMO...AMO...AMO...AMO..AMO...AMO...AMO...

Resumindo foi somente um ano a menos se você...


sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Há lágrimas por trás do meu sorriso

A máscara que uso
Há lágrimas por trás do meu sorriso
E a máscara que uso é chamada de negação.
A vida verdadeira é trágica
Esta dor da perda não vai curar nunca!
Ninguém tem uma única pista do quanto
ainda dói em mim te perder
Embora eles achem que estou indo bem
Às vezes sinto que quase chego a perder minha sanidade.
As memórias são tudo o que me resta
Após o terrível roubo de sua vida.
Meu coração dói além do suportável
No fundo, na minha alma.
Há lágrimas por trás do meu sorriso
E a máscara que uso é chamada de negação
Eu chorei até ficar sem lágrimas
E tem sido assim por anos...
Não encontrei nenhum lugar para me esconder
Onde quer que eu vá, levo essa dor comigo, levo tudo aqui dentro.
Não há palavras terrenas para explicar
O tipo de vida que tenho desde que você partiu.
A cada dia mais vejo os sinais de que
Você estava aqui o tempo todo, não perto, mas não muito longe
Eu jogo um jogo dentro do meu coração
finjo que você nunca se afastou de mim.
Há lágrimas por trás do meu sorriso
E a máscara que uso é chamada de negação
Falta você aqui, meu filho...
Quando você estava aqui eu realmente sorria!
Mas quando chego em casa à noite
tiro a máscara para minha família e amigos,
que sabem como realmente me sinto!
Wilma Anderson
trad. Flávia Rott

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Na certeza sim, de que haverá o reencontro...


A vida começa com uma chegada. Termina com uma despedida. A chegada faz parte da vida. A despedida faz parte da vida. Como o dia, que começa com a madrugada e e termina com o sol que se põe. A madrugada é alegre, luzes e cores que chegam. O sol que se põe é triste, saudação final de luzes e cores que se vão. Madrugada e crepúsculo, alegria e tristeza, chegada e despedida: tudo é parte da vida, tudo precisa ser cuidado. A gente prepara, com carinho e alegria, a chegada de quem a gente ama. É preciso preparar também, com carinho e amor, a mais linda e despedida de quem a gente ama... Na certeza sim, de que haverá o reencontro...

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Parei no tempo...

A dor de perder um filho é tão enorme que parece que é só a gente que sofre. Parece que todos caminham de forma natural e que o tempo também está passando, e está! Enquanto nós paramos no tempo.
Paramos naquele dia em que devolvemos nossos filhos a Deus. Paramos naquele dia em que demos a luz e que sentimos a pele de nossos filhos, e aí olhamos para o céu e agradecemos a Deus pelo presente divino que Ele nos deu. Paramos e lembramo-nos de momentos que nem se quer tivemos, mas que nos fazem tanta falta.
Faz falta o sorriso, faz falta ouvir chorar, faz falta trocar, faz falta banhar. Muito mais coisas fazem falta e farão falta. Muitos sonhos, muitos planos. E o que nos resta é olhar. Olhar a vida passar. Olhar a cama vazia, os sapatinhos, a decoração do quarto, as roupinhas, o quarto do jovem...
É como se esse filho fizesse parte da nossa vida há muitos anos. E por sua partida a casa ficou vazia. Esta casa tão pequena que quase não cabe nada. Está enorme. Um vazio tão grande. É amor verdadeiro. É amor puro.
E aí a gente olha para nossos filhos e dizemos: Que Deus te abençoe por toda sua caminhada de vida! E nem imaginamos que essa vida toda será tão curta!
Quem nunca passou, pode julgar, pode pensar o que quiser. Eu só sei que uma mãe que perdeu um filho NUNCA MAIS SERÁ A MESMA.

(Ressuscitando Sonhos)

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Quanta saudade da sua vida na minha vida...

De uma hora pra outra, tudo ficou para trás. A sua história foi interrompida. E então, você viajou. Mas sei que está aí! Quanta saudade de você, filha! Você fez a viagem de retorno à pátria espiritual antes de mim... me precedeu nesta jornada. Pela lei natural da vida os pais devem partir primeiro. Os filhos devem sobreviver aos pais. Mas conosco aconteceu diferente. A ordem natural das coisas foi invertida. E agora, estamos separadas fisicamente. Quanta saudade da sua vida na minha vida... Aprendi, durante este tempo, que não se controla a saudade. Ela existe e nós a sentimos. Aprendi que cada um tem uma saudade na vida. Quem não tem? Aprendi que isso não é viver do passado. Que o passado é que vive na minha saudade, que está no meu presente. Não é fácil ficar sem você! Mas sei que estamos ligadas pelo pensamento e pelo amor, e que sempre estaremos nos amparando mutuamente. Este amor que nos une é eterno e não pode ser mudado. Estamos vivas dentro desta vibração de amor. Não é fácil ficar sem você! Mas sei que voltaremos a ficar juntas  quando eu daqui me for. Não é fácil ficar sem você! Existe dor. Existe vazio. Mas o amor é maior. E é este amor que me dá a certeza da continuidade da sua vida. É este amor que me permite deixá-la livre para caminhar, prosseguir, ir adiante sem olhar para trás. Sei quefez um lindo Natal ai na sua morada. Sei que se lembrou de mim, e ficou feliz por saber que estou lutando, dia a dia, para conseguir passar por esta dura prova. Sei que fica feliz, por saber que já consigo sorrir, que já consigo viver o presente, sentindo alegria nas pequenas coisas da vida, sei que está feliz porque papai e mamãe motaram o pinheirinho e colocaram piscas na casa. Sei que está feliz, por saber que tenho certeza da sobrevivência da alma e da crença absoluta de que a morte não existe. Fique em paz. Receba o meu beijo, o meu abraço, o meu eterno amor e a minha gratidão por tudo que você representa em minha vida. Alma gêmea de minhalma, princesa da minha vida,  meu coração, meu raio de sol, meu maior tesouro, meu eterno amor. Mamãe

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

meu amor...

Oi filha, estou aqui vivendo dia após dia. Porque essa foi a vontade de Deus. Esse mês costumava ser mágico cheio de luzes e sonhos. Eu fiz tantos planos pra nós duas. Mas ao invés de você conhecer o Papai Noel, você conheceu o Papai do Céu. E o meu maior sonho continua sendo você... Ontem quando acordei imaginei vindo à minha cama, me mostrando o presente que papai Noel lhe deixou, imaginei que você tinha ganhado uma boneca ”baby live”. Vieram lágrimas, estou aprendendo a conviver com a dor. Eu ainda embargo a voz ao falar seu lindo nome, eu ainda imagino nós duas! Bonecas ainda são lindas, mas nunca mais as verei da mesma forma, além de não serem nem de longe comparada a sua beleza. Meu melhor presente de Natal seria você!
E eu vou tentar até que a vida me convença que o amor não pode ser retirado, não pode ir embora, estará sempre ali, vivendo, quando lembramos, falamos, amamos...
Você filha é orgulho, carinho... Bem querer. É e sempre será a minha felicidade,
razão de todo meu amor, iluminando meus dias.
Deus, sei o quanto o Senhor é grandioso e está acima dos meus medos. Continua me mantendo de pé, pois a vontade de ficar no chão toma conta de mim!
Amo você Letícia, isso jamais vai partir...isso jamais alguém pode tirar de nós.

domingo, 25 de dezembro de 2016

Natal...

Lá embaixo, ao redor do mundo, vejo incontáveis Árvores de Natal,
Suas luzinhas piscando como as estrelas refletidas na neve sazonal.
Por isso, enxuguem suas lágrimas de saudade, lembrando:
O Natal, com Jesus Cristo, sim, eu estou passando!


Ouço os lindos hinos natalinos que os salvos na terra estão a cantar,
Mas, ao coral dos salvos e anjos, no céu, eles não podem se comparar.
Não há palavras que descrevam o júbilo de, com os anjos, a Deus louvar,
É inefável a gratidão que sinto de, com os salvos, a nova canção cantar.


Eu sei como vocês sentem falta de mim, mas eu apenas vim na frente!
E em breve, com o Salvador, seremos todos felizes, juntos, para sempre.
Alegrem-se, e muito, por mim, amados, lembrando:
O Natal, com Jesus Cristo, sim, eu estou passando!


Para cada um de vocês, tão amados, do meu celestial ancoradouro
Mando um presente especial: a lembrança do meu amor imorredouro.
Cristo ensinou e provou: o presente maior de todos é o verdadeiro amor,
Amor como o de Deus dando Seu Filho Unigênito para morrer por mim, pecador.


Por favor, profundamente amem e cuidem um do outro, como meu Pai ordenou.
Continuem firmes, lutando o bom combate, sempre unidos, como Ele mandou.
Gozem um Natal Feliz, enxuguem suas lágrimas, sempre lembrando:
O Natal, com Jesus, o Salvador e Senhor, estaremos sempre passando!




João Pessoa, dez.97.

Tradução livre, feita por HMS (antes romanista, hoje crente e salvo), para VNMS (antes espírita, hoje crente e salva), em memória de MNS (crente, hoje no céu junto ao Cristo), a partir dum poema anônimo, em Inglês.
Então é natal...
Não estranhe se eu de repente ficar com os olhos distantes, se na hora do abraço eu me emocionar.
Se de repente várias lágrimas rolarem, se o feliz natal em minha voz embargar, se eu sair de mansinho e o céu for apreciar, são sintomas de que não dar pra disfarçar pois será mais um natal sem o abraço da minha filha, sem o seu lindo sorriso, sem a alegria contagiante da minha menininha que sempre nos animava tanto. E agora o brilho do natal nunca mais será o mesmo sem a sua presença em nosso meio .
Então é natal...mais um entre tantos que a saudade vem me presentear.

Feliz Natal minha anjinha!

sábado, 24 de dezembro de 2016

Minha felicidade se chama Letícia!

Papai Noel, vê se você tem, 

a felicidade prá você me dar. 

Eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel. 

Bem assim felicidade, eu pensei que fosse uma brincadeira de papel. 

Já faz tempo que pedi, mas o meu Papai Noel não vem. 

Com certeza já morreu ou então felicidade é brinquedo que não tem.

PAPAI NOEL,VÊ SE VOCÊ TEM A FELICIDADE PRA VOCÊ ME DAR...

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Queria acreditar na magia do Natal!

Mais um natal chegando. Mais um sem você, difícil saber que tenho que me acostumar com a ideia de passar todos sem você.
Sabe até hoje me pergunto como consegui passar esses anos sem você...
Às vezes minha memória me traí. Seus traços vez por outra se apagam, fazendo parecer um traçado fraco de giz. Mas guando o coração chora e sente falta, sua lembrança arde viva, feito brasa quando marca a pele.
É assim nessa época, como se eu ainda ficasse esperando o papai noel, que eu nunca via quando criança, mas sabia que  ele  vinha. O coração enche de alegria em lembrar que naquela manhã especial, eu acordava e lá estava  o presente de natal,  em baixo da cama, mas hoje, me contentaria em, ao invés do presente eu tivesse  você aqui, me fazendo acreditar na magia que tem essa data.
É assim que sinto todo ano, sua presença em meu coração.


quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Muitos não entendem...


Dezembro é um mês de comemorações e poucos entendem o que se passa no coração de uma mãe que perdeu um filho...
As datas comemorativas são as que mais sofremos porque vivemos de lembranças. Estar com o coração partido não significa que guardamos ódio, raiva, rancor no coração, significa sim, que falta um pedaço da gente aqui.
Muitos comparam a perda de um filho com a perda de uma mãe, pai, parente, separação entre outros, mas posso dizer e as mães que passam pela mesma situação que eu hoje, podem confirmar... não existe comparação, já passei por várias dessas situações e a perda do meu único filho é uma dor insuportável... não tem como explicar...
Nesses dias de comemorações falo aqui por mim, se eu pudesse ir para um lugar e ficar quietinha com meu coração eu iria, não é fácil por um sorriso na cara e fazer de conta que está tudo bem, que é Natal, que temos que comemorar... As pessoas têm seus filhos, sua família e precisa comemorar, ser feliz, isso é o normal, façam isso, sejam Felizes esse é meu desejo a todas as famílias. Ame, abrace, beije, brinquem, de um colinho, curta. Eu fiz muito isso porque eu era Feliz... mas hoje até tento mas consigo... não me julgue, procure me entender...
A você mãe de anjo...Que Deus nos de força para seguirmos nossa vida da melhor maneira possível...
A você mãe que tem seu filho VIVO ame-o, diga para ele o quanto ele é importante na sua vida, abrace, beije, curta, seja FELIZ...

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Porque?

Pedacinho.

Desde que você partiu
o meu coração feriu
e até hoje ainda chora...
cada pedacinho que junta
é a saudade que pergunta
porque você foi embora!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Saudade

Saudade do pedacinho do meu coração

 que se foi ,

dos planos que não viverei ,

do perfume que não vou mais sentir

 e do meu amor que não mais verei ...

Saudade de vc que dói!

domingo, 18 de dezembro de 2016

Lugares da saudade





Amanheço nos dias em que encontro ouvidos generosos e falo de você, uma fala que mistura riso e choro. Reviro esse desassossego, dou um sentido para a minha dor, sem pressa, horas tecendo histórias. Parece que a luz entra no meu coração, te dou vida nessa despedida lenta, que mistura outro jeito de chegar.
Outros dias, amanheço arrumando seu quarto, nossa casa. Coloco aquelas músicas que você amava, aprendo a cantar, trago você pro meu mundo de um jeito delicado. Choro e canto, descobrindo seu coração nas canções que você cantava.
(do livro Laços e Lutos)

sábado, 17 de dezembro de 2016

Quantos momentos já teríamos vivido juntas!

Hoje estaria completando 5 anos e 6 meses! Quantos momentos já teríamos vivido juntas! Quanta coisa já teria aprendido! Do que será que você gostaria? Será que eu seria uma boa mãe para vc? Não sei... E nunca saberei... Você foi minha única filha e foi cedo demais... Eu queria tanto que estivesse aqui...Eu queria você, queria um irmãozinho para você, seríamos tão felizes! Até hoje não entendo... Daqui uns dias é Natal e posso te dizer que está cada vez pior a minha vontade de viver... Nada da certo depois que você foi embora, nunca mais fui feliz e tenho a impressão que nunca mais serei... Tenho medo do próximo ano, de perder mais alguém... Sei que você não pode fazer nada, me perdoe pelo desabafo... Te amo! 

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Há momentos, há datas, a lembranças que nos machucam ainda mais.

Faltando 10 dias para o Natal...


NATAL!?

Não vou me prender aos significados do Natal, até porque cada um de nós o vimos de uma forma diferente, principalmente se levarmos em consideração a crença de cada um. Mas de uma forma em geral, a semana do Natal e do Ano Novo, é vista como um período de festas, de confraternizações, família reunida, casa cheia, mesa farta e muita alegria.
Sendo assim parei para refletir em minha condição, e na condição de muitas outras pessoas que assim como eu passaram por uma grande perda. Após a perda da minha filha, minha maior dificuldade, o que até mesmo após 02 anos e 9 meses ainda me tortura, é deixar de viver o presente para viver de passado, é deixar de acreditar em um futuro promissor e se convencer que tudo acabou e que daqui pra frente o futuro é incerto, ao menos para aqueles que tanto amamos e consequentemente para nós, porque paramos, nos estagnamos, exatamente no momento que os perdemos.
Por mais que digam, e mais uma vez vou ressaltar que tudo que dizem é inútil: “a vida continua... Deus tinha algo melhor pra ele... Ao menos não está sofrendo... Você precisa ser forte... Com o tempo você vai se recompor... e blá, blá, blá”. Quem passa por uma grande perda, precisa fazer um esforço enorme para aprender que o que um dia foi o “Presente”, hoje não passa de uma “Pretérito” do tipo: “Ele viveu, ele amou, cumpriu...” Ou então no “Preterito Imperfeito”: Ele vivia, ele amava, ele cumpria, ele adorava...” não o bastante aquele “Futuro” se apresenta a nós como passado. Como assim eu pergunto?! Como algo que não chegou acontecer pode se tornar um passado? Sim: “Ele viveria, ele amaria, ela falaria, cantaria...” E por ai vai de acordo com as lembranças de tudo que vivemos ao seu lado...
Por isso eu faço um apelo: Neste período, assim como em outras datas marcantes e especiais, nossos sentimentos se misturam, temos sentimentos de revolta, de melancolia, uma vontade enorme de gritar, de chorar. Buscamos para a dor um remédio que não existe.
A saudade se faz presente e aumenta com o tempo, a angustia de nunca mais poder rever quem tanto amamos nos sufoca. Uma voz se calou, um silêncio se fez presente. Procuramos feitos loucos acreditar que a vida continua em um outro plano, mas há nossa frente é só escuridão. O sofrimento é imenso, falta palavras para expressá-lo e durante todo ano fazemos uma força imensa para se manter de pé. Mas há momentos, há datas, a lembranças que nos machucam ainda mais.
Então neste natal não faça cobranças, procure ser solidário e compreensivo com a dor do seu próximo, sinta-se agradecido por não ter passado por tamanho sofrimento, se faça presente, seja amigo, mais do que falar de Deus e do Seu amor, viva Deus, dê amor. Por que assim diz a palavra: “Em todo tempo ama o amigo e na angustia nasce um irmão”. Então seja um IRMÃO.
Lígia de Aquino

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

natal...

Ontem fui montar o pinheirinho na tua casinha...Não na tua casinha de bonecas, mas lá onde um dia te deixei...Como gostaria que você estivesse me ajudando a montar aqui em casa...Te amo sempre!

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Continua

Sinto falta de quem se foi e
um dia fez parte de minha vida, e porque partiu deixou de existir? Não!. Continua intocável em meu coração, presente em cada batida, em cada respirar.
Continua a existir só que do lado de dentro.
Suelen Soares L
Sinto falta de vc minha bebezinha amada!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

domingo, 11 de dezembro de 2016

É como me sinto...


Não ha maior dor, do que a perda de um filho.
Seja por qual o motivo...qual a idade...
Perder um filho é morrer Duas vezes!!
Perder um filho é lutar diariamente contra a saudade..até mesmo contra a vida,a nossa vida.
Rio com a minha alma já morta...
Perder um filho é uma ferida aberta no coração, de onde todos os dias saem lágrimas de saudade.

sábado, 10 de dezembro de 2016

São 5 anos e 4 meses sem você

Saudades de você minha pequena, são 5 anos e 4 meses sem você, e essa dor ainda toma conta de mim, penso em você a cada minuto, tudo me faz lembrar você, sinto um vazio aqui dentro, um nó na garganta que é difícil de suportar, sinto tanto a sua falta..
Ah como eu gostaria de estar com você! Se eu pudesse ter uma escolha, daria tudo para te - la aqui.
Quero que se lembre sempre que eu te amo, você sempre estará presente em meus pensamentos e em meu coração; não é fácil escrever o quanto eu a amo... 

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Porque a tragédia da Chape me deixou tão sensibilizada?


Acredito que não só a mim a tragédia da Chape sensibilizou., muitas pessoas que nem os conheciam sofreram, derramaram lágrimas... Penso que nós sentimos conforme nossa vida, nossas experiências... Somos de certa forma egoísta, quando morre uma pessoa querida muitas vezes não pensamos na pessoa que morreu, até porque esta pessoa que morreu estava  podia estar sofrendo, então seria um livramento sua morte, mas sentimos porque não teremos mais sua companhia, não a veremos mais...
A tragédia envolveu pessoas saudáveis, em pleno trabalho e ascensão profissional... Precisava estar indo disputar este jogo? Sim, pois estavam a um passo da vitória que os consagrariam com um título muito importante e os jornalistas se destacariam com suas reportagens, estavam felizes... E a tragédia ocorreu ao buscar um sonho...
Voltando sobre porque a tragédia me sensibilizou, poso dizer que eu também estava a um passo de descobrir a doença da Letícia e iniciar o tratamento, quando ocorreu a tragédia... Estávamos felizes, fizemos aquela viagem em busca de algo melhor, da vitória e encontramos apenas a morte... Por quê? Sem condições de continuar...

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

APENAS ISSO...


Hoje tudo o que eu queria era

Te-la nos meus braços
Poder te amamentar  novamente
Te dar banho 
Vestir –te com lindas roupinhas
Sentir tua respiração
Queria tanto te enfeitar,
Te encher de mimos
Ouvir teu chorinho de noite e sair correndo pra acudir
Levar quase todos os dias pra passear e tomar sol na pracinha
Que dissessem se era mais parecida comigo ou com teu Papai
Ajudar a dar teus primeiros passos
Escutar tua primeira palavra




quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Destruída

Quem me vê agora e pensa
 ‘olha só como ela está forte’
 não tem ideia de como estou por dentro...

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Saudade que grita...

Tem dias ,
 horas
 que a saudade grita dentro de mim, 
por que é quem tem que ser assim?? 


Te amo sempre!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

É assim mesmo....

...AHHHHHHH se o mundo inteiro me pudesse ouvir,tenho tanto pra contar dizer que eu aprendi...que na vida agente tem que entender,que um nasce pra sofrer enquanto o outro ri...
(Azul da cor do mar Tim Maia)

domingo, 4 de dezembro de 2016

Coisa mais linda da mamãe...

Letícia, como está crescendo rápido, seus cabelos estão longos, os seus olhos, tão brilhantes, sua risada tão marcante... Estava lembrando os nossos momentos juntas, impossível esquecer, aqueles pezinhos lindos, aquelas mãozinhas tão frágeis, aquela linguinha tão vermelha, aqueles olhinhos pequenos... Coisa mais linda da mamãe... Parece que ainda posso te sentir aqui dentro de mim, dentro do nosso quarto! 
Meu amor te amo eternamente e sei que também me ama muito, pois nos escolhemos para ser mamãe e filhinha e o nosso amor está além deste mundo!! Um Beijinho cheio de ternura e amor da sua mamãe


sábado, 3 de dezembro de 2016

Que bom seria...

Oi minha anjinha, meu amor, minha linda princesinha...

Hoje olhando sua foto, tive a sensação de ganhar um beijo teu, senti um cheirinho tão doce de amor no ar, o coração bateu diferente, como se estivesse ali comigo, passando a sua pequena mãozinha em meus cabelos, me ensinando que não adianta chorar, pois a dor não sairá junto com esse choro que insiste em escorrer dos meus olhos, que meu coração continua batendo, que mesmo com essa dor no peito a minha respiração ainda existe...Te amo!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

minha família está incompleta

Perder você minha anjinha, foi como perder um membro um pedacinho de mim.
            Tive que anular um sonho, um futuro que jamais vai acontecer...
            E não há consolo, não há conforto, não há nada que preencha, não a nada que amenize.
            Mas a vida não para as pessoas não param e a cada dia que se acorda a realidade mostra que nada deixou de ser ou de acontecer por causa da minha dor...

         Se fala por ai que as dores nos fazem crescer, que Deus não dá a cruz maior do que se pode carregar, mas sabe a verdade é que me sinto menor cada dia menor e não a um dia se quer que eu não me sinta incompleta, que eu não sinta que a minha família está incompleta e nunca mais será ...

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Eu sinto você aqui comigo, cada vez mais.

Letícia eu sinto você aqui comigo, cada vez mais.
Em tudo que eu vejo, em tudo o que eu faço, em tudo o que eu falo, fico pensando em como seria se você estivesse aqui comigo. Fico pensando em como seriam as coisas que vejo, em como seriam meus atos, minhas palavras, minhas piadas, meus sorrisos. Fico pensando em como seria minha vida toda com você ao meu lado.
Eu sinto você aqui comigo, cada vez mais.
É como se você estivesse presente em cada gesto, em cada palavra dita, como se você estivesse presente em cada abraço, em cada sorriso, em cada lágrima. como se voce estivesse presente no meu dia-a-dia,
Como se você estivesse em toda minha vida.


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

terça-feira, 29 de novembro de 2016

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Sem você, nada tem graça...

COMO A VIDA TEM SIDO MUITO MAIS DIFÍCIL SEM TUA PRESENÇA !!!NUNCA PENSEI EM TER ESSA VIDA QUE ESTOU LEVANDO !!! TE AMOOOOO,SAUDADES ,DOR ....E QUANDO EU PENSO, COMO A VIDA ERA ...O TIPO DE MÃE QUE EU FUI,QUE SOU ...SENDO OBRIGADA A VIVER ASSIM , IMPOSSÍVEL NÃO SENTIR PENA DA MINHA SITUAÇÃO !!

domingo, 27 de novembro de 2016

como você supostamente saberia da dor e da tristeza que sinto?

Quando digo que meu coração sangra todo dia, você não sabe o que dizer;
Quando digo que meus olhos ainda choram, você olha para o outro lado;
Quando digo que minha alma está em pedaços, você diz que já passou tanto tempo...
Mas, como você supostamente saberia da dor e da tristeza que sinto?
Você tem a maior bênção do mundo e não sabe: você não perdeu um filho!
Não estou te julgando, assim como não culpo você por não sentir o que sinto. Uma vez também fui como você...
Quando ouvia ou via alguém falar sobre luto, virava a cabeça e continuava meu caminho, não por ser insensível, mas por não saber o que dizer.
Mas agora infelizmente sei o que uma mãe que perdeu um pedaço de sua alma sente, ah...como sei! Apenas quando se sente na própria carne a dor da perda de um filho se compreende outra mãe de luto, se entende o quanto essa dor é real.
A dor que nós compartilhamos aproxima nossos corações, damos suporte uma às outras e acabamos nos tornando amigas!
Ong Amada Helena

sábado, 26 de novembro de 2016

Sinto que falhei como mãe

Penso que tudo poderia ser diferente, mas não foi. Penso que você poderia estar aqui, mas não está. Penso que se pudesse voltar no tempo e como uma borracha apagar tudo o que aconteceu, mas não posso e por vezes sinto que falhei como mãe e meu coração chora.
Depois de tanto tempo, fico pensando de olhos cerrados, com o coração oprimido, como pode uma mãe ficar tanto tempo sem ver um filho, sua presença marcante e imprescindível que fizeram tanta diferença nesta minha vida porque esse é um questionamento recorrente que sempre vem em minha cabeça.
Saber que você não está mais aqui fisicamente, saber que você não volta mais é uma realidade que aprendi a conviver e aceitar. Saber que quando você se foi, deixou o seu amor e é através deste amor que consigo manter você viva dentro de mim.
Hoje você faz parte dos meus pensamentos, é minha memória fixa, ocupa meu coração, é minha saudade, é meu amor eterno.
Pensar em você e não chorar, foge do meu controle emocional, mas saber que você deixou muita luz e certamente brilha em outra dimensão. Onde quer que esteja sei que olha por nós, por mim e por seu pai e me faz ver quão especial, foi você em minha vida, um presente que Deus me deu, mas que tive que devolver. Amor incondicional da mamãe e do papai!

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Só resta lembrar

Há quem diga que o tempo cura todas as feridas, mas é pura ilusão, pois existem coisas que nem mesmo o tempo é capaz de amenizar, existem dores que a cada dia que passa estão mais latentes, mais intensas. 
O ano passa e ainda dói no íntimo do coração a dor da perda, o sentimento de impotência ainda martela na mente e ecoa na alma. Porque tal coisa perturba tanto? 
Quem dera poder dizer que tudo se ajeitou, que as dores não machucam, que está tudo no lugar, mas seria inútil tal afirmação.
Infelizmente nada do que se faça irá resolver, o que se foi não volta mais, só restam lembranças e uma saudade sem fim..
Só resta lembrar. Lembrar em meio as lágrimas que instantaneamente rolam, mesmo alheia a nossa vontade perante tudo o que um dia existiu.
Voltar não há como, seguir adiante é preciso. Sorrir quando a vontade é chorar, levantar ainda que a vontade seja se manter no chão. Um dia haverá um reencontro, até lá, o coração ainda irá sangrar.


quinta-feira, 24 de novembro de 2016

mas o futuro não virá...

Nós andamos juntos, você e eu.
Uma mãe e seu filho.
Eu tinha esperanças e
sonhos para o futuro,
mas o futuro não virá...
Nós estivemos juntos, você e eu.
(...)
Compartilhamos muitos momentos felizes
e por isso agradeço à Deus.
Nós estivemos juntos, você e eu.
mas apenas por um curto tempo,
e por ter sido tão pouco
deixou meu coração despedaçado
E mesmo que sinta saudade sua
mais do que as palavras podem dizer,
agradeço imensamente à Deus por
ter estado com você
cada precioso momento de cada dia!
Autor desconhecido
Trad. e adapt. por Flávia Rott

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

terça-feira, 22 de novembro de 2016

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Que seja assim...

Acordei pensando em você, o que era sonho virou desespero, mas algo me acalmou.. Acho que foi a certeza de que onde estiver você está bem.

domingo, 20 de novembro de 2016

Pra longe demais...

Nossa história virou música...Você chegou numa noite fria de outono e depois voou
Pra longe demais Pra longe de nós...


Essa é uma velha história
De uma flor e um beija-flor

Que conheceram o amor
numa noite fria de outono

E as folhas caídas no chão
da estação que não tem cor
E a flor conhece o beija-flor
E ele lhe apresenta o amor

E diz que o frio é uma fase ruim
Que ela era a flor mais linda do jardim
E a única que suportou
Merece conhecer o amor e todo o seu calor

Ai que saudade de um beija-flor
Que me beijou depois voou
Pra longe demais
Pra longe de nós

Saudade de um beija-flor
Lembranças de um antigo amor
O dia amanheceu tão lindo
Eu durmo e acordo sorrindo.


Henrique e Juliano

sábado, 19 de novembro de 2016

Eu quero viver todo dia sentindo saudade


Há muitos que dizem: Saudade sim, tristeza não!
Eu digo: Saudade sim, tristeza também!
Gente não se trata de uma receita de bolo! Também não estou falando de uma bula de remédios onde encontramos indicação e contra indicação...
Estamos falando de pessoas, de sentimentos, de momentos que marcaram para sempre as nossas vidas e a vida daquele que partiu...
Não tem como sentir saudades sem se entristecer... Porque bem diferente da saudade declamada pelos grandes poetas, a nossa saudade não tem hora, nem dia marcado para ser “matada”.
Vivemos pela fé, na esperança de que um “dia” nos reencontraremos... Mas como dói, dói... Dói não ter, não ver, não tocar, não falar... Dói lembrar, dói procurar e não encontrar, ou encontrar em tudo um pouco de alguém que já não se faz mais presente.
Saudade dói, saudade faz chorar, saudade é um misto de sentimentos, saudade causa tristeza, causa dor...
E ainda assim, eu quero viver todo dia sentindo saudade, sentindo falta, ainda assim eu quero viver só pra sentir saudade de você.